top of page

Quando contratar um profissional autônomo?


A maior tentação das empresas após a legalização da terceirização é a possibilidade de promover a contratação de prestadores de serviços ao invés de empregados.


A custo prazo ambos os lados são agraciados com benesses oriundas dessa modalidade de contratação. As empresas porque conseguem reduzir os custos trabalhistas decorrentes dessa mão-de-obra e os profissionais que recebem pagamentos mais altos, justamente pela redução ou eliminação de encargos.


O fato é que o trabalho autônomo propriamente dito afasta a qualidade de empregado.


Mas para que a função seja enquadrada como de natureza autônoma é preciso que não haja subordinação jurídica.


E esse é um elemento que não se pode aferir por declaração, afirmação ou documentos. É preciso a análise da realidade, ou seja, da primazia da realidade, como de fato a função é desempenhada.


 

Nesse aspecto, algumas questões merecem respostas?


- o prestador de serviço tem autonomia para o desempenho da sua atividade?

- como você define essa autonomia?

- como descreveria a atividade desempenhada pelo prestador?

- a quem ele deve se reportar? Para que ele deve se reportar?

- quando os serviços são necessários?

- os serviços são desempenhados por empregados internos da companhia?


Respondendo essas perguntas, terá um panorama acerca da autonomia ou não da atividade desempenhada.

 

Outra forma de observar se o trabalho pode ser classificado como autônomo diz respeito ao tipo de profissão.


A MP 808/2017, não mais em vigor, trouxe um rol exemplificativo de atividades que se enquadram no perfil destacado, a saber: os motoristas, os representantes comerciais, os corretores de imóveis, os parceiros, e os trabalhadores de outras categorias profissionais reguladas por leis específicas relacionadas a atividades compatíveis com o contrato autônomo.


Assim, caso a função desempenhada se enquadre na especificação acima, tornasse possível o enquadramento como prestação de serviços autônomos.


Desse modo, compete a empresa avaliar a viabilidade de contratação de profissional autônomo antes de efetivá-la, para não incorrer em nulidade da contratação e reconhecimento de vínculo de emprego.


Para averiguar a possibilidade, bem como obter modelos personalizados de contrato de prestação de serviços CLIQUE AQUI











7 visualizações0 comentário
bottom of page