top of page

Posso cobrar dívida prescrita?


Uma dívida prescrita ainda pode ser cobrada? Tire todas as suas dúvidas sobre o assunto com a Serasa. Você sabe o que é uma dívida prescrita e como funciona a cobrança desse tipo de crédito? Entender mais sobre esse assunto é a melhor forma de lidar com os seus débitos e conquistar sua saúde financeira. Por isso, neste texto, vamos tirar as dúvidas sobre o tema e te ajudar a entender como quitar uma dívida prescrita. Continue a leitura!

Afinal, o que é uma dívida prescrita? Quando se fala em prescrição, estamos nos referindo à perda de um prazo. No caso de uma dívida prescrita, trata-se do prazo para que o credor possa exigir seu pagamento por meios judiciais. Quando uma pessoa deve a uma empresa, ela pode acionar diversos recursos para cobrar o consumidor. Um deles é o judicial, que, pode deixar o devedor com o nome negativado. Porém, quando uma dívida prescreve, esse recurso não fica mais disponível. A dívida prescrita não é a mesma coisa que uma dívida atrasada. A dívida atrasada é aquela que não foi paga até o prazo de vencimento. Normalmente, as cobranças iniciais não são feitas por meios judiciais. Sim, a dívida prescrita ainda pode ser cobrada. O credor continua tendo direito de receber o valor que é devido a ele e, por isso, a cobrança pode ser feita extrajudicialmente. O que muda são os meios que ele pode utilizar para cobrar. Quando a dívida ainda não foi prescrita, o credor pode acionar todos os meios judiciais disponíveis para fazer a cobrança e também negativá-la. Depois desse prazo, os recursos ficam indisponíveis e toda a cobrança deve ser administrativa. Em geral, a cobrança de uma dívida prescrita pode ser feita por diversos meios amigáveis, como cartas, mensagens de texto e e-mails. Hoje em dia, inclusive, existem empresas que são contratadas para cuidar dessas cobranças de forma terceirizada. É importante chamar a atenção para o termo “amigável”: durante essas cobranças, não pode haver qualquer tom acusatório, intimidador ou ameaçador no tratamento com o devedor. Ou seja, quando existe uma dívida prescrita, todo meio administrativo e cordial para fazer a cobrança ainda é válido, pois a prescrição não extingue o débito.

A prescrição da dívida não significa que ela não exista mais ou que o credor não tenha mais direito à cobrança. Por isso, o débito não deixa de existir só porque a dívida prescreveu. Ainda que o nome do devedor não fique negativado, isso não quer dizer que ele não tenha mais a obrigação de pagar a dívida. Uma dívida prescrita não é completamente esquecida. Ela ainda pode ser cobrada pelos meios administrativos, negociada e, por fim, quitada.

Como funciona a dívida prescrita? Se o seu CPF está negativado ou, como se costuma dizer, você está com o “nome sujo”, essa situação não pode durar para sempre. Do ponto de vista judicial, existem prazos para a negativação de um CPF por conta de uma dívida. Quando esse prazo acaba, a dívida caduca. Quando isso acontece, o credor não pode mais acionar a Justiça para fazer a cobrança, mas a dívida não deixa de existir. Muitas vezes, a dívida prescrita é resultado de um longo período de cobrança. Porém, em alguns casos, o credor já deixou de tentar fazer a cobrança muito antes. Esse prazo, no entanto, varia de acordo com o tipo de dívida. Tanto o credor quanto o devedor devem estar atentos a isso.

Qual é o prazo de prescrição das dívidas? Muitas das dívidas mais comuns prescrevem em 5 anos. Alguns exemplos são dívidas de cartões de crédito, financiamento e impostos. Dívidas de honorários de profissionais liberais também entram nesse intervalo. É importante lembrar que em relação a tais dívidas mais comuns (dívidas de cartões de crédito, financiamento e impostos), o prazo prescricional de cinco anos é contado a partir da data de vencimento da dívida. Agora que você já sabe o que é e como funciona a dívida prescrita e que essa dívida não deixará de existir até que seja quitada, você sabe como negociar esse débito? O Serasa Limpa Nome é a maior plataforma de negociação de dívidas do país. Ao acessá-la, você pode consultar as propostas para seu CPF(disponibilizadas para negociação pelos credores parceiros), escolher a melhor opção de pagamento para você e fechar um acordo com a instituição credora em até três minutos. E mais: você ainda pode conseguir descontos de até 90% para se livrar das dívidas antigas com mais facilidade.

Fonte (site serasa)

2 visualizações0 comentário
bottom of page